quinta-feira, 14 de julho de 2011

O porquê da minha revolta. Rompendo com a razão e foco.



Dia 17 de Janeiro de 2009=Maldito dia!
Até hoje foram DOIS “apenas” porém FINITOS!!! E por isto SOU TÃO RADICAL. Agora vocês conhecerão o porquê de eu ter ficado tão radical e mais realista, porém com esperança. Não foi um e sim dois relacionamentos do qual fui lesada, usada e quase agredida.

O primeiro narrarei agora. O segundo e último eu contei aqui
.

...
Tinha acabado de sair de férias para descansar de uma longa jornada de aperfeiçoamento e trabalhos e serviço. Resolvi ficar na casa de uma amiga a qual não via há uns dois anos.

Sentia-me plena, com dinheiro no bolso sem filhos e compromisso, só para curtir. fiquei lá por quinze dias, quinze dias que acabaram por cinco anos com a minha vida.

Quando cheguei na casa dela, que ficava numa praia, fomos caminhar...
Caminhávamos pela praia tomando uma água de côco, eu tranquila e falei sem muito pensar “Você poderia me apresentar alguém legal, estou carente hehehe”...Maldita frase!

Sentamos num quiosque para comermos camarão.
Minha amiga apresentou-me um “amigo” que segundo ela era Médico especialista em(...). Quando olhei aquele cara andando rápido na beira da praia chegando. Muito "simpático", “divertidíssimo” ficamos conversando num quiosque da praia que estávamos passeando. Ele era estatura mediana, olhos claros, gostoso até o t...uma delícia de homem e muito, mas muito “simpático” e “inteligente”.
Percebi em sua conversa que ocorrera um problema em seu novo serviço o qual ele disseram que sua chefe “não ia com a sua cara”.

Percebi que ele estava muito preocupado, ansioso, e contara histórias de que o filho morrera de acidente de moto, e no mesmo dia a sua mulher saiu de casa fugindo com outros e levando seus pertences de casa....mas VOCÊ ACHA QUE NADA DE RUIM ACONTECE “COM VOCÊ”.
São muitos desastres ao mesmo tempo e histórias quase surreais. Não existe um coitadinho que tem quinhentos problemas ao mesmo tempo e é a vítima da história.

Se tem tanto problema é porque buscou, é ou mau caráter ou incompetente. Apenas percebi, MAS NÃO RELEVEI, PORÉM HOJE OLHO E OBSERVO “TUDO”.

Ele tentou ficou comigo, mas eu que estava a fim de outro não liguei.

Cheguei nestes quinze dias de estadia eu cheguei a fica com o outro, mas não deu certo, e estando eu bem carente depois de TRÊS ANOS investindo no meu lado profissional com cursos, congressos, convenções, eu achei que valeria a pena ficar com alguém que insistia o tempo todo.

Fiquei três anos morando num quarto, para investir na minha pós, cursos, seminários e congressos. Abdiquei-me de tudo, saídas, baladas, roupas MENOS OS COSMÉTICOS KKK, aí não né ;) . Enfim, achei que depois de defender minha meu TCC eu poderia me relacionar com alguém.

Ele precisava de dinheiro para fazer sua mudança de sua casa o qual estava sendo despejado e iria para um apartamento novo que comprou. Quando ele falava dos problemas “chorava que só”. Tinha sido preso e estava sendo processado por dirigir embriagado. Ele disse que no dia em que seu filho “morreu”, ele bebeu dois copos de cerveja e dormiu embriagado dentro do carro e a polícia abriu o carro e mandou ele sair, fez bafômetro e tudo e ele ficou detido.

Chegou na casa da minha amiga três dias antes de eu ir embora com uma lista de assinatura dizendo que ele era de confiança e tal. Ele precisava disto para não ir preso. Ele trocou telefone comigo e assim quando eu fui embora.
Quando eu cheguei em minha cidade 4 dias depois ele começou a fazer chantagem emocional ao telefone, tipo: Você se esqueceu de mim? Retorne-me para eu saber se ao mesmo está bem... Estou morrendo de saudades...” e a trouxa aqui acreditou.

Disse-me que queria se abrir comigo (pra dizer que nossa ele falou tudo pra mim, ele me ama!!!) Estratégia. QUEM FALA DE TODOS OS PODRES (INCLUSIVE QUANDO SÃO VÁRIOS) E AINDA FALA QUE DEUS NÃO DÁ SOLUÇÃO PRA ELE... É FRIA. Sai que é fria!

Deu uma indireta que não tinha dinheiro pra fazer a sua mudança.
Antes que eu retornasse à casa dele, recebi um sms com estes dizeres: "(...), meu amor, sinto a sua falta e sei que  estes revezes da vida passarão, não sei viver sem você e logo estaremos juntos novamente ...e etc".

Viajei para a cidade ele, e nos encontramos no carnaval. Combinamos de nos encontramos no desembarque e ele não apareceu...pensei “Pronto, é hoje!” Aí liguei e finalmente ele atendeu e falou pra eu pegar um táxi até a sua casa que ele pegava. Quando eu cheguei, vi um cabelo preto em sua cama e “ingenuamente” perguntei e ele respondeu: “Ah...é cabelo da vizinha de cima que cai pela janela quando ela penteia o cabelo, e já estou cansado de pedir par ter cuidado...” Ai ai... se fosse hoje isto.
Transamos e foi bom, ele realmente me desejava eu achava, depois percebi que ele GOSTAVA É DE SEXO.

Passamos o carnaval juntos e quando fui embora e até me deu o dinheiro da passagem (golpe para aparecer honesto). HOJE OBSERVO TUDO, MAS SÓ OBSERVO E NO FINAL DOU O SOCO COM GOSTO, caso precise. Ligava amiga que ficara cega e ele dando apoio, e todo simpático com todos que o ligavam durante o carnaval.

NÃO TEM NADA HAVER SER COM OS OUTROS E SIM COM VOCÊ. NÃO SE ILUDA EM CONHECER AMIGOS E PARENTES, ISTO NÃO É E NEM NUNCA FOI SEGURANÇA DE NADA.
Fiquei de voltar e no dia em que voltei para vê-lo ele já tinha se mudado para a casa que “comprou”. Fez uma mudança que com TODA SIMPATIA conseguiu que seus vizinhos o ajudassem e até o dia em que eu fui embora de lá pela última vez não tinha pago.

Quando saímos no primeiro final de semana , enquanto eu pagava o restaurante ele chorava e chorava: "Nossa cara, que vergonha, nos nosso primeiros meses vivendo sob este estresse meu, esta fase sem grana..." Enfim se fazendo de honesto com vergonha e a trouxa aqui acreditou.

Quando saíamos e EU BANCAVA TUDO PRA VARIAR porque ele dizia estava desempregado ele bebia e começava e me rechaçar, humilhar e dar vexames. Era uma merda sair com ele. Eu pensava: “Mas se ele quisesse uma mulher rica era fácil conseguir uma oras, porque está comigo? Então deve ser verdade que ele gosta de mim...”

Trabalhava o dia todo, fazia uma viagem cansativa até a cidade dele, e ainda chega e fazia comida e limpava a casa debaixo desta argumentações: "Você é desorganizada e não arruma nada direito". Detalhe: Eu trabalhava, viajava, bancava tudo e ainda tinha que cozinhar e limpar a casa de alguém que não fazia nada.. " ...mas a (..) era uma exímia dona de casa e etc". Hoje eu penso "trouxa dela e de mim depois".

um dia enquanto lavava os talheres pensava: "Que vida é esta que banco tudo, não temos vida social e virei dona de casa? Viajar horas e horas pra arrumar casa dos outros???"
Dizia que sua mãe baixava santos quando era pequeno e que era promíscua, e que seus irmãos tinham um filho de cada mãe e pai e ele e o único que tinha três filhos da mesma mãe e que ele só se ferrava. Bateu o seu taxi, e teve prejuízo, tentou montar uma empresa de rádio táxi e se ferrou e ferrou os outros.

Chorava e chorava sobre o seu filho mais velho que havia morrido de acidente de moto. O pai do menino que supostamente havia morrido com ele estava processando pelo homicídio culposo e etc. e por isto todos os “bens” dele estava bloqueado. E que a mulher dele “largou” dele por isto.
Via fotos dos filhos dele de dois e da do meio que ele “falou que descobriu que a mãe dos filhos dele não disse que era filho dele, quando ele descobriu rasgou todas as fotos.”

Um dia comprei só pra testar no qual já desconfiava que ele só me usara, comprei um porta-retrato com fotos nossas e coloquei na mesa. e advinha? um dia cheguei de surpresa e cadê as fotos? Tinha sim da filha e de uma amiga que ele adora( e que com certeza não sabe do que ele faz).

Cheguei também de surpresa noutro dia e quando chamei ele, ele apontou na janela, com uma cara de susto e nada de atender. Chamei de novo aí ele saiu, e disse "Ó...(tipo de surpresa)". Recebeu-me, mas quando entrei dentro da casa vi que acama estava toda remexida e logo após a campainha tocou e ele não quis atender. Hoje sei que era a síndica do prédio que ele estava comendo pra receber algum dinheiro em troca e foi por isto que um dia ele mandou um pacotinho de café, biscoito e  cigarro com do ele não ter nada em casa. Eu comecei a contar as camisinha que ele tinha e a cada semana faltavam uns duas. Hoje se isto acontecer comigo termino na HORA.

Em dia quando ele me enviou e-mail enviou com cópias para mais pessoas e eu desconfiada já peguei todos os endereços e joguei em três redes sociais e achei duas filhas dele e a mãe que ele dizia ser mãe de três. Comentei com ele e ele quase quebrou a casa porque ele achou intrometida e infantil...Isto é típico de homem que TEM CULPA NO CARTÓRIO. Fazer escandalosinhos e de injustiçado.

Se eu fosse menos cega teria investigado isto antes, pelas redes sociais se pega tudo que quiser.
Viajei por oito meses a cada 15 dias para a cidade dele. Gastava mandando uns R$ 300,00 reais pra ele todo mês, mas o meu vale refeição para ele fazer supermercado e mais as passagens que ida e volta. Em resumo vivia e função dele, mas infeliz.
Nunca me apresentara para nenhum amigo, percebia que tinhas amigos dispersos (sem contato um com o outro), e evitava me tocar quando íamos ao culto com a desculpa ”Aqui é a casa de Deus, nada de mãos dadas.”
Coloquei telefone fixo para gente conversar (pra quê)...Hoje ainda tenho uma dívida de 3 mil reais de telefone pra pagar e já negociado.

Ele sempre ligava a cobrar para eu retornar.
Criei uma conta de e-mail para ele pra eu assinar vários emails de aviso de emprego e eu candidatar ele e o e-mail dele na vaga.
Assinei também em meu nome para ajudar o sistema de empregos(...) que me comeu 6 meses de mensalidade.

As distância é foda, mas quando se há troca de ambas partes aí tudo bem. Era sms vindo trocado para outra, tipo “Oi, não vejo a hora de nos vermos de novo”...isto pra alguém que se conhece há 6 meses??? Reparar em detalhes e coisas não coesas não é neurose, neurose é imaginar coisas. Ver algo que não bate com argumentos é sinal de inteligência, mas ainda se guardarmos para si e fazermos comparativos para o bote correto da cobra(kkk), mas tudo em “off”, ou você quer ensiná-lo e entender sua maneira de analisá-lo? Está pedindo para ser melhor enganada, tenha dó! Dê uma de que nada percebeu...
..e todo dia era aquela rotina, abrir os emails com o título da vaga da área dele, copiar o currículo e enviar. Assinei 50 listas de discussão e recebia pelo email que criei em nome dele pra fazer este favor, mas de 100 email por dia.

Graça a deus existe busca interna de emails kkkkkk, senão como leria 1.000?
Achava estranho, ninguém dar retorno, e os que davam era na minha cidade, o qual ficava longe pra ele. ele fez entrevistas na cidade dele que consegui pra ele...e nada.
Em 4 meses de namoro andava bem triste, porque não podia fazer nada e nem ter vida social porque o dinheiro ia pra ele. Meus estudos totalmente prejudicados em prol à um amor "tóxico". Tisc tisc, achava que era amor, mas não era e nem nunca foi.
Só sei que me endividei por quarto anos, dos quais já se passaram dois. Não é fácil abrir mão das suas coisas pra pagar  dívidas de um vagabundo que hoje está numa igreja , casadinho dando uma de santinho arrependido.
...

Um dia ele veio fazer entrevista na minha cidade e ficou na minha casa. Tudo o deixava estressado!!!
A mala eu não podia carregar porque ele gostava de carregar e dava grito no meio da rua quando eu tentava ajudá-lo.

Ele desembarcou e encontrou comigo num ponto onde já tínhamos combinado, pra variar eu paguei a conta de todas as nossas saídas. Disse pra ele que ia depositar um dinheiro pra ele uns mil reais e esperei pra ver a reação dele. Ele disfarçadamente esperou nos retornarmos na cidade dele pra me lembrar do depósito, ai respondi: "Segunda-feira eu deposito", e ele ficou a esperar...sooooooooooooooonhe!!!! Não depositei não... sai fora!!!
Passei o final de semana na casa dele e retornei, e quando retornei tive de ser operada às pressas devido a uma doença comum entre as mulheres.
Foi horrível porque não esperava isto, mas sei que o estresse disto tudo me fez passar ma e piorar o que tinha. passar a noite no hospital sozinha porque não podia contar pro meu pai e mãe(idosos e doentes) e se não fosse a minha amiga ficar ao meu lado, não sei o que seria de mim e falei pra ela avisá-lo e ele atendeu o telefone e foi meio que esquisito com ela e meio grosso.
Quando tive alta a primeira coisa que ele perguntou foi: "Está tudo bem, meu amor, vai ter como você pagar minhas contas de água e luz?"
“Phoda”, você estar deitada porque não pode se mexer, pagando suas contas via telefone e um imbecil "fazendo e conta que está preocupadinho" ...na verdade fazendo um social pra pedir o dinheiro das despesas.

Ele bebia e dava escândalos e quando eu o "testei novamente" perguntando quando ele me apresentaria aos "amigos" ele berrou no bar que estávamos e disse:"_Eu apresento você quando e seu quiser para os meus amigos (aos berros)".

Cara que nojo de gente, pela primeira vez dei pra um cara sem querer na noite que  EU PAGUEI O MOTEL pra ele dormir, bem “furreca”, mas não gastaria mais com ele. Dava doida pra ele ir embora e sumir daqui!!! quando ele pegou o ônibus, nem acreditei que ele sumira.
Eu conversava sempre com uma amigo meu e ele dizia "Calma, dá um tempo pro cara, ele perdeu um filho, desempregado e etc..." Muitos me alertavam, mas a carência me cegara porque sei que nenhum deste depois que tive eu amei e sim estava carente e doente.

Bom se fosse verdade até entenderia, mas não ERA.
Teve um dia que ele deu chilique porque estava sem ter o que comer e me ligou chorando, dizendo que ia se matar e berrando horrores. Saí e pedi ajuda pela internet uma pastor da minha congregação lá na cidade dele que entrou em contato comigo e falei tudo que ocorrera.
ele foi até a casa e levou, pão, leite e alguma comida. Xingou-me de ter pedido ajuda ao pastor e etc... Achei estranhíssimo.

Faltando uns dois meses pra eu meter o pé, ele quando eu ia para a casa dele, só dormia e ficava de madrugada acordado vendo filmes. Um vez chorando fui até uma congregação perto da casa dele, que não era a minha e nem a dele e conversei com uma pessoa que estava lá, pra ir lá conversar com ele e tirá-lo da "depre" que ele estava. Vim embora chorando, pela calçada lembrando de quantas vezes eu deixei de comprar roupa, ou sair, ou não ter nem foto pra contar. Vim chorando cabisbaixa ela calçada sabendo que encontraria um ser inútil dormindo...
Teve uma vez que vi um recado dele no celular e fingi que não vi, ai sai de propósito pra ver, aí foi só tentar ligar que só dava ocupada:bingo!
Um dia enviando sms pra ele reivindicando uma coisa saí do sério e quando cheguei na casa dele ele falou "Você quer que eu te enfie a mão na cara? Senão pare com isto!!". Isto já tirou o 70% do meu tesão por ele. Odeio vagabundo que espanca mulher. ele não levanto a mão pra mim e sim me ameaçou: BASTA! Decidi ali terminar, mas não conseguí nem sabia como.

Este pastor ofereceu a conta dele para que eu depositasse o dinheiro e ele pegasse com o pastor, já que ele não tinha conta, alias até tinha, mas tudo que depositava o banco comia. Já fiz depósito pelo correio e ele pegou, mas "ele não gostou de enviar pelo correio dando desculpa de que era mais gastos. Hoje sei que era pra não ter registro dos depósitos que fazia. Um dia conversando com o pastor, ele falou: "Ele precisa de uma amiga e não de uma namorada" e depois outro dia "o problema é que estando apaixonada por ele você não pode ajudá-lo. Deixa ele encontrar com Deus e depois você se relaciona com ele"...achei estranho ele falar pra namorada tão empenhada do cara , mas ...
Um dia ele me falei pra ele que ele nunca me apresentou pra ninguém como namorada e ele falou a frase que mudou a minha vida: "Mas ele nunca disse que você era namorada dele e sim, apenas uma amiga que ajuda ele há meses".

Olha, vou te dizer uma coisa, neste dia eu perdi o chão e quase desmaiei no meu local de trabalho, tive até vertigem. Na hora ligue pro pastor e tirei satisfações e ele disse. "Se eu disse você não ia acreditar em mim, então deixei você ver."

FINALMENTE a ficha caiu...Cara que me explorou por oito meses, me enganava, escondia dos outros e era golpista.
Fique uns 40 minutos em choque sentada na cozinha do local em que eu trabalho pensando no estresse e viajar de ônibus, no trabalho que tive pra enviar currículo pra ele, no que aturei de bebedeira e showzinho na rua, na merda de vida que tive só vendo TV ao lado dele por meses se ter como se divertir, nos estudos que tive de parar pra ajudá-lo, nas noites em que eu não dormi ou dormi pessimamente mal porque ele ligava dizendo que ia se matar, nas dívidas que fiz, no amor que ele pisou e usou. Meu chão saiu de mim.


Como foi a primeira vez que fui enganada desta forma achava que eu estava era sem coragem de encarar a vida dele. Depois que ele foi embora eu mandei um sms terminando tudo e dizendo coisas que acho que ele nunca ouviria ou leria de alguém. Mas mesmo assim antes de terminar, eu mandei o "último pacote" de dinheiro pra ele, pra não ficar com a consciência pesada. PASME, eu fiz isto. Nossa é horrível você terminar com alguém e se sentir aliviada, mesmo que na minha cabeça eu achava que amava. Saí com minha melhor amiga pra tomar um vinho e comer pizza quatro queijos que amo. Nossa como ah tempo eu não vivia uma "saída" tranqüila, conversando com gente normal, sem berros ou vexames de alguém que bebe ao seu lado. Estava me sentindo "renovada" e mais "leve".
Noutro dia, mesmo tendo terminado eu ainda queria saber com quem me relacionei. Umas amigas minhas que sabia inclusive o nome da ex-mulher dele que eu havia contado à elas. Criaram um email “fake” e enviaram um email para uma desta ex-mulheres dele que é advogada e ela à princípio não respondeu nada, e depois delas insistirem ela ligou para o telefone de uma dela dizendo ”Oi sou eu a (...), fala pra sua amiga que ele é vigarista , só explora os outros e é mitômano”.(mentiras compulsivas).

Aí elas me disseram e fiquei furiosa porque tomarem esta atitude, porém agradeci de coração depois.
Claro que sabendo disto tudo mandei email para ela que foi super meiga e compreensiva comigo. Falou que ele “já matou o filho dele umas 7 vezes pra justificar suas dívidas”, que era um pai ausente no sentido emocional e material e que só se “fodia” e “fodia” os outros.
Deu um desfalque nela de 70 mil reais, com dívidas e despesas dele. Pagou um curso pra ele (no final) e deixou que ele ficasse na casa dela.

Ele pra mim disse que ela roubo até os DVDs dele e saiu de casa sem falar nada.
Fiquei um mês mais ou menos, enviando torpedos para desabafar e falar com o homem que eu achava que existia. Chamava por ele via sms "cadê você meu amor que nunca existiu?" Acho que surtei um pouco. Na passagem do ano ele me enviou um sms dizendo que ia me processar se eu não devolvesse uma máquina digital dele que ficou comigo o qual ele havia pedido pra eu bancar o conserto, ele ia me processar por apropriação indevida de bens e me processar por dano moral das merdas que disse, (é mole?) . Falei com o pastor e ele disse "Não dê bola pra ele". Além de tudo que fez tem a cara-de-pau de me processar? Vai se f... Cadê o tal do Jesus Cristo ? Por que deixou isto me acontecer?
Chorei muito e pensei quer saber ? Ficar livre disto é mais negócio do que processar ele pra me devolver as coisas, preciso me recuperar. Mandei um sms dizendo tudo que tinha gastado com ele e abri mão disto e dei thau. O pastor tinha razão, largar mão disto me fez ficar mais leve.
Nossa quando vi a foto do filho dele vivo, aquele que ele chorava dizendo que perdeu e que não tinha coragem de ir ao cemitério vê-lo, este mesmo...estava vivinho e cheio de fotos no Orkut. Fique horas olha dor aquilo pra ver se era verdade.
Enfim, um lixo de gente capaz de coisas que até o diabo duvidaria, de uma cinismo, mau-caratismo, estupidez, 171 e que hoje até então soube estava congregando numa igreja deixando seu "velho homem" de lado (que lindo!) e vivendo uma vida nova, enquanto a que "envelheceu dois anos ao lado dele" paga as contas dele até hoje.
Escrever e reviver isto me deu ânsia de vômito, tristeza, e até cansaço. Só escrevei pra vocês entenderem que mesmo tendo passado por uma "fria" destas , passei pela segunda porque fui precipitada em me relacionar com os outros num "período pós-traumático". Não façam isto. Reflitam e saibam que as pessoas são pobres, capazes de tudo. Não aponte e nem se precipite em acusar, APENAS OBSERVE TUDO, TODO E AO SEU ARREDOR.
Carinho da Valentina

14 comentários:

Anônimo disse...

Você é uma heroína, um exemplo, saiu do "foco" e voltou.
Parabéns, não é para uma qualquer
Priscylla

Ing. S. A disse...

isso amiga vamos falar desses canalhas pra ver se a mulherada foge deles...essa semana botei um assim pra correr....graças a Deus já tô conseguindo identificar.

Anônimo disse...

criminoso nojento askerozo

Anônimo disse...

Pq nós mulheres mesmo vendo todos os indícios de que tem coisa errada ainda insistimos? Eu tiro por mim, isso é devido ao machismo e submissao em que somos criadas.
Eu já passei por algo parecido mas perto desse cara o cara viraria santo
Parabéns por ter superado, eu nao sei se eu conseguiria. Muitas vezes anulamos nossa vida por um homem mesmo q ele seja perfeito nunca vale a pena, temos que ser donas de nossos próprios passos. Um dia seremos mais

Valentina, uma mulher que fala disse...

Cara Anônima,
É o que eu falo em meus artigos da sessão DEVAGANDO BY VALENTINA. Baixa auto-estima e falta de FOCO.
Exato: Criação com submissão ao homem.
Não é fácil porque estes demônios tem que serem liberados e trabalhados e SUPERADOS.
Faço terapia e está dando certo porque não quero que estes "estrumes" atrapalhe o meu tão sonhado relacionamento atual

Valentina

Carla Izolan disse...

Olá Valentina! Sou a Carla Izolan sua amiga do orkut, vamos trocar idéias, me add no meu msn ou me envie um e-mail: carlaizolan@yahoo.com.br

Fa disse...

Meu Deus!!!! Acabei de chegar em seu blog, e me deparo com sua história....cada coisa cabeluda!
Mas eu tbém tenho muitas coisas....estou me separando de um homem que me enganou 12 anos: foram traições, mentiras, rolos financeiros, eu era sua empregada, sua cabelereira, sua motorista, sua office boy e tudo mais que vc possa imaginar! Se quiser, me escreva faincontri@gmail.com Bjs

Valentina, uma mulher que fala disse...

OI querida, pra vc ver, ocmo eu semrpe falo
só muda o nome O CENÁRIO E PERFIS SÃO SEMPRE OS MEMSO LIXOS

Anônimo disse...

Olá Val! que bom que vc investiu fundo na profissão. Concordo com vc que abdicar dos cosméticos não...rs já estou com 30, fazendo 31, daqui uns tempos já vou encarar um botox...rs Por isso que devemos estudar, para termos dinheiro para cuidar de nós, pq botox,plástica, silicone é complicado homem bancar...rs Ainda terei uma filha, e o nome dela por coinscidencia será Valentina, depois que minha Val nascer certamente vou colocar uns mls ( pouquinhos) de silicone, pq peito caido não dá?rs beijoss

Mulheres fortes de Chupins Violentos disse...

sua cabelereira, sua motorista, sua office boy e tudo mais que vc possa imaginar!
TENHO ORGULHO DE TÊ-LA COMO MINHA LEITORA

Anônimo disse...

desculpa querida, não entendi sua resposta?

Mulheres fortes de Chupins Violentos disse...

VocÇÊ citou tudo que faz, ou seja, multifuncional, mulher batalhadora, não tem medo de trabalhar e noa usa desculpinha pra pedir pensão pra macho.
É ISTO QUE FALEI, TENHO ORGULHO DE VC

Mulheres fortes de Chupins Violentos disse...

VocÇÊ citou tudo que faz, ou seja, multifuncional, mulher batalhadora, não tem medo de trabalhar e noa usa desculpinha pra pedir pensão pra macho.
É ISTO QUE FALEI, TENHO ORGULHO DE VC

Anônimo disse...

ah..grata, mas como sempre digo, não usar desculpa para pedir pensão para macho, MAS TB NÃO QUERER UM MACHO QUE EU TENHA QUE DAR PENSÃO...RS

Postar um comentário

Olá, seja bem vinda ESCREVA e faça valer a sua opinião.