terça-feira, 11 de outubro de 2011

Sou diferente, à frente(ou junto) e feliz!


A diferença que faz sou eu!! 
Sempre me criticaram por eu almejar ser doutora na minha profissão e não sonhar em ter filhos... Criticaram-me por estrategicamente procurar fazer bons contatos e boas amizades. Criticaram por eu ser exigente com relacionamentos: Um cara estruturado, formado (pós-graduado), que cuide do seu corpo(aparência), ambicioso, com estrutura financeira, mental e que goste muito de sexo. Mas e aí???Dá pra querer outra coisa?

Ser diferente disto pra quê? Pra virar mais uma que fala aquela frase:"Ai depois que casa é f... tenho que fazer jantar pra ele e filhos. Não posso fazer uma academia e nem estudar."

No dia e que eu "Valentina" dizer isto, me matem pelo amor de Deus porque estarei no último estágio de loucura. As pessoas que conduzem a suas vidas. Você escolheu não ter tempo para você. Você "permitiu" isto. Assuma.

A sociedade impôs uma condição à mulher e ela por tempos aceitou. Todo que é comum e popular é muito "burro" ou "não-evoluído".

E comum a mulher deixar um emprego porque o emprego do marido o fez mudar de cidade. Abra mão de algo por outro melhor e mais viável. Porque não o homem largar o seu para acompanhar a mulher? Isto só ocorre se ela receber mais ou bancar o "gigolô".

A mulher pára de trabalhar e interrompe sua carreira pra cuidar de filhos pequenos? Isto é ser diferente? CLARO QUE NÃO.

Ora... Conheço muitas crianças bem criadas nas quais os pais colocaram em hotelzinho ou creches para trabalharem. E daí? Por isto é uma mãe relapsa?DÁ LICENÇA!

A mulher foca investir em sua carreira ao invés de ter filhos? Ela é esquisita? Mal amada? Tisc tisc...Ela é inteligente e a medicina hoje está à nosso favor. Infelizmente ser diferente hoje é ser objetiva, focada e voltada para si. Aí pergunto, isto é ser diferente? SIM, infelizmente porque a maioria ainda é um pouco machista e morre de vontade de dizer ou fazer coisas que não tem coragem. Ainda queria saber o por quê?

A mulher que prefere morar sozinha, ter alguém que more em casas diferentes, ela é esquisita ou medrosa? É claro que não. É que a sua  privacidade que não tange à nada relativo à AMAR E SER AMADA. É algo dela consigo mesma. Ela quer seu espaço e não precisa ser junto de outro que. Por que não propor algo assim? Quem disse que o casamento tem que ser comum aos outros. Ninguém à igual à ninguém. Cada pessoa adapta-se de forma diferente à uma situação. Claro que isto não fale  para quem quer ter filhos, claro, como ficaria? O que importa é estar junto e bem AMBAS PARTES.

Será que se ela preferir dormir em camas separadas ela estaria errada? Vai deixar de ter vida sexual com isto? CLARO QUE NÃO!

Conheci uma pessoa que teve um filho de um cara que não gostava muito, mas em decorrência e "bendita" falta de formação e subsistência dela, ela está morando com ele, mas já mostrou sinais de ser diferente. Não transa com ele há quatro meses porque ele não operou ainda pra não ter mais filhos(kkkkk)...esta errada? CLARO QUE NÃO! Ela que engravidou, passou mal, se ferrou em dores durante e depois do parto, está sem emprego e vivendo em função do filho e cancelando sua faculdade temporariamente. Ela é que sabe o melhor pra ela.Certa dela.

O homem chega à uma fase da vida na qual quer ou precisa ter filhos, mas quem cria a é "trouxa" da mãe., sempre e sempre. A mulher fica sobrecarregada de responsabilidades e atividades.

Eu por exemplo sou a favor do aborto (diferente de fazer apologia) . Garanto que muitas que são "contra", nunca pararam num sinal de trânsito para ver e tentar ajudar uma criança que mora na rua ou usuário de droga. Nunca doou dinheiro ou ajudou numa causa social. Bando de hipócritas. Aí depois vai fazer passeatas em favor da vida, ha dá licença?!!. Nascer para quê, para viver numa Mer...de vida? Valoriza a vida no ventre e fora não faz nada? Já que está intrometendo-se na vida de quem não quer dar continuidade à gestação, faça algo...A-há, geralmente são os que só falam.

Seria interessante EVITÁ-LO porque é uma agressão à ambas partes.
E aí, sou criminosa? Crime é negar o direito à mulher de decidir o que ela quer dentro dela.

A maioria das mulheres é a favor mas algumas não tem coragem de dizer.
ONGs deveria preocupar-se e criar políticas PARA O QUE JÁ NASCERAM E ESTÃO VIVOS E NECESSITADOS. É fácil manipular ignorantes emotivos.
Todas as diferentes já foram odiadas e hoje são amadas e copiadas.
Todas que são à frente ou são loucos ou esquisitos, porém depois do raciocínio da sociedade são visionários.
SEJA VISIONÁRIA, SEJA DIFERENTE! E SEJA FELIZ!!!

A questão que falei sobre o aborto é uma das questões.
Seja a maça vermelha, seja diferente. Seja Vermelha e não está branquinhas sem cor, kkkk . Eu Valentina, sou assim e tem Muita gente que morrrrre de vontade de pôr isto pra fora, mas não o faz...sai deste corpo que não te pertence!!!

Acorda e vá viver!!! 
Carinho da Valentina :)



Somos contra a bolsa estupro e veto à profilaxia anti-gravidez em casos de estupro. Somos conta a bancada evangélica na política e estamos em nosso direito de ser contra. Só elaboram projetos depreciadores e repressora da mulher. Assinem a petição oficial contra esta bolsa idiota a favor do nascituro e contra a mulher.  

Contra o Estatuo do Nascituro

40 comentários:

mari disse...

tenho uma amiga,que foi abandonada pelo marido posso assim dizer,pois ela nunca aceitou a separação!embora vivesse o traindo o tempo todo!!até ele descobrir e se mandar, mas ela não se conforma em ser mulher separada, talvés até por questões religiosas, o fato é que pra ela, casamento é es´tatus,vive do que os outros vão pensar!"e vejo muitas mulheres se submeterem a um casamento infeliz só pelo que jugam ser corretamente direito!!

Bia disse...

Adorei o artigo Valentina!
Tbm sempre fui e ainda sou criticada por querer seguir carreira profissional e não querer filhos, como se ter filhos fosse algo muito importante. Eu sempre pensei que tem coisas muito mais importantes do que perder tempo tendo filhos, então a minha escolha é sim não ter filhos e seguir minha vida como eu bem entender sem nada me prendendo. Te desejo tudo de bom e que vc continue sendo essa mulher forte que dá forças e anima as mulheres com esse blog maravilhoso!
Parabéns!

Valentina, uma mulher que fala disse...

Mari, tudo bem?
Seja bem vinda.
É o que eu falo, às vezes n]os mesmas fazemos do nosso futuro um futuro péssimo.
Berço é berço, criar filhas para SEREM MULHERES e NÃO ESPOSAS!!!
Alertas aos pais e mães que são mais próximas(NÃO QUE O PAI NAO TENHA QUE TER PRESENÇA).

STATUS PARA MIM É LIBERDADE E AUTO-SUBSSITÊNCIA.
Valentina

Valentina, uma mulher que fala disse...

Bia, Ahá, até que enfim achei uma das "minhas" e que tem coragem de meter a cara e dizer o que quer mesmo.
As mulheres semrep fizeram o que foi imposto à elas e não o que elas querem.
Acha que toda mulher ta "doidinha" pra fazer comidinha para quando o maridão chegar esta tudo prontinho" AHÁ FAÇA-ME RIR SENHORA!
Erronemanete quando elas se cansam disto começa traindo, ai nem precisa dizer o reto, rs.
*Já percebu como cresce o MERCADO PET? Advinha porquê? Eu sou uma das contribuintes,rs.
Tenho uma amiga que tem quatro cachorros, está ocm um cara ha 12 anos cada um em sua casa e feliz da vida, e aí? Vai encarar?
Valentina

marinalva g. disse...

mesmo que vc fosse da mesma cor, jamais seria igual!!o que não se vê, se sente!

Anônimo disse...

A vida só tem sentido se seguirmos nossos sonhos, mesmo que a sociedade não os aprove. A maior independência e deixar de depener da aprovação alheia.

Valentina, uma mulher que fala disse...

sem mais,,,falou tudo
SHOW!

Ana disse...

Oi minha amiga, li o artigo todo "Sou diferente, a frente (ou junto) e feliz, está ótimo.
Amiga, estou tão insegura... estamos tentando de novo, as coisas estão tranquilas entre a gente, mas tenho medo que ele me traia de novo... não quero passar por tanta dor novamente... e se isso acontecer vou ter que arrancar forças não sei de onde para recomeçar longe dele.
Seu blog sempre me ajuda! Vc é um presente de Deus na vida de pessoas iguais a mim.
Muitos beijos!

Valentina, uma mulher que fala disse...

Aninha querida,
Eu tento ajuda, mas SE VOCÊ NÃO ASSIMILAR, não adiantará em nada.
Vou ler sua história porque não me lembro de tudo, mas já sabe NOS PRIMEIROS SINAIS META O PÉ!
Melhor chorar agora do que depois!
Carinho de mim

Anônimo disse...

Olá, querida !
Mais do que admirar seus textos e coragem crítica frente ao atual posicionamento submisso da mulher na sociedade, compartilho com seu ponto de vista. Infelizmente, as raízes machistas ainda impregnam a postura da mulher ... Perfeita sua colocação !!! Muito "bonitinho" todos se unirem para levantar bandeiras e participar de campanhas que dizem "Não á Violência contra a Mulher", sendo que na vida prática isto é apenas um slogan, que esconde ainda muitos homens covardes e mulheres subjulgadas pelo medo. A vida é pratica, ação ... Igualdade de gêneros !
Ser feminista é ter simplesmente coragem de dizer: "Sim, Eu sou MULHER !"
Parabéns, por ser forte ...
KISSES !

Valentina, uma mulher que fala disse...

Prezada,
AMEI sue comentário! Mas não é verdade? Fala, fala, mas na prática é um tal de ter medo do macho dentro de cassa. Sai fora!!!
Quem levanta cedo e volta tarde para subsidiar minah casa sou eu, então quem manda na minah vida:IDEM.
E que bom que tenho seguidoras, pelo que pude perceber dos "coments".
Prática se faz reforçando educação de berço.
ATENÇÃO mães, meninas e mulheres que tem filho e filhas.
NÃO EDUQUEM PARA SEREM MACHO E ESPOSA E SIM MULHERES E HOMENS "FELIZES".
Valentina

Celamar Maione disse...

Não gosto quando um homem maltrata uma mulher. É covardia. Mas depende de nós deixarmos ou não.
De resto, cada um é feliz da maneira que sabe e deseja.
Não existe fórmula para a felicidade.
O mais importante é amar e ser amada. Quando não dá, o melhor é cair fora. Hoje sabemos, a mulher não precisa mais de homem para se realizar.
Existem várias maneira de realização na vida.
Pobre da mulher que espera o amor verdadeiro para ser feliz. Hoje então, tão em falta...

Beijos

Valentina, uma mulher que fala disse...

Celamar querida, tudo bem?!!!!!
Falou tudo:"Existem várias maneira de realização na vida.". Desee criança aprendemos a brincar de casinha e cuidar de bonecas porque não ler livros ou tentar consertar portas dentro de casa?
Criação é tudo e felicidade não é casamento e SIM UM CONUNTO DE COISAS!!!!!
Valentina

Anônimo disse...

Prezada Valentina,

Primeiramente, quero parabenizá-la pela iniciativa do blog. Este, me ajudou a acreditar que a recuperação se faz possível. Minha história é longa e meu sofrimento, imensurável. Porém, como um sinal de alerta para todas as mulheres, contarei minha horrível experiência e, ao mesmo tempo, farei um apelo tanto para as AUTORIDADES quanto para os PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE (Psiquiatras e Psicólogos), porque toda mulher que sofre qualquer tipo de violência precisará de muita ajuda. Esses monstros são capazes de destruir nossas vidas emocionalmente. Concernete a nós mulheres, imploro: Tenham coragem para denunciar, pedir ajuda (há várias formas, inclusive ongs que visam dar amparo) e correr para longe desses monstros cruéis que – verdadeiramente, precisam é de Cadeia, Psiquiatras e muito, muito Remédio.

Depois de muito pesquisar sobre a Violência Silenciosa, mais precisamente sobre a Violência Psicólogica ou Emocional e por ter sentido na pele a dor, o desespero e todas as feridas que este tipo de violência nos causa – fiquei atônita em constatar que a ocorrência de tal atrocidade vem acontecendo nas classes média-alta. Talvez, este fato explica porque as AUTORIDADES só procuram prestar socorro imediato às vítimas de Violência Fisíca. Mas por qual razão? Justamente pelo fato de que a Violência Psicológica não apresentam machucados externos (mas as feridas internas são horríveis) e as mulheres que as sofrem muitas vezes não denunciam com medo da exposição (sociedade) e por ter uma capacidade financeira razoável lotam os consutórios psiquiatricos, se entopem de remédios para camuflar seu sofrimento e afundam na terapia, quando na verdade, são esses monstros que necessitam de tratamento.

O Sociopara e Monstro que cruzou meu caminho e, com a minha anuência, “quase” destruiu minha vida não me encontrou em terapias mas sim trabalhando. Quando DECIDI largar o infeliz meu estado era lamentável. Totalmente sem contato com meus amigos, sem dinheiro e sonhos dependente de remédios para continuar viva.

Estes Monstros sabem muito bem o que fazem. O Monstro que convivi era dócil e amável com todos da minha família. Uma boa tática não? Cordial ao extremo com os de fora e entre quatro paredes me torturava psicologicamente. Eu não podia ter amigos porque transaria com eles. Infernizou todos meus colegas de trabalho, colocando-os contra mim. Controlava meus cartões de créditos, meus telefonemas e meus e-mails. Se eu tentasse advogar para “alguém” que ele “julgasse” uma ameaça ao nosso relacionamento a confusão estava armada.
Meu desespero chegou a tal patamar que um dia eu me joquei da sacada de seu prédio, fraturando duas vértebras, quando este Monstro obrigou-me a fornecer a senha de meu e-mail. Eu sabia que isto daria confusão pois, quando se convive com um NEURÓTICO até o envio de “beijos” no final de um e-mail já é um motivo para ser “taxada” de PUTA. Prefiria a morte do que ser torturada verbalmente, porque somente que sofre este tipo de violência ou estuda casos estão aptos a entender que “só vivemos porque respiramos, emocionalmente estamos mortas”.

Anônimo disse...

...continua.

Por que atirei-me da sacada? Estava eu sofrendo algum tipo de violência? Claro que sim. Hoje, após ter passado por um psiquiatra e feito sessões de terapia, sei perfeitamente que não sou uma pessoa DEPRESSIVA que justificaria uma tentativa de SUÍCIDIO. A situação que permiti viver levou-me a isto. O psiquiatra que me atendeu, um profissional honrável, mesmo pelo pouco que contei a ele no consutório me aconselhou: “Você precisa de terapias para enteder o que está acontecendo. Precisa recuperar-se para tomar uma decisão racional. Casos como o seu chegam a tal ponto que, para se ver LIVRE você se MATA”. Bom, tá explicado. Depois de ouvir isso e após algumas sessões de terapia consegui ver o que não via, o Monstro que queria me destruir dormia comigo.

Minha experência é terrível. Nunca existiu Violência Fisica, porém, só eu sei o tamanho das feridas sofridas pela Violência Psicológica que me foram causadas. Não somente isso. Era obrigada a manter relações sexuais com ele porque, caso recusasse, já vinha com as suas agressões verbais contra mim, do tipo: “NÃO TENHO MULHER”, “VOCÊ NÃO ME DÁ CARINHO ENTÃO VOU PROCURAR FORA”, etc.

Aqui vai meu APELO: Mulheres que passam por QUALQUER tipo de Violência, tenham coragem. Denunciem estes MONSTROS e fiquem longe o máximo possível. Não permitem que destruam nossas vidas.

Com Carinho,

Sofia.

Anônimo disse...

Deixei Comentário no seite da Bolsa de Mulher

http://www.bolsademulher.com/forum/especiais/f882/177212/

Lucia Macedo - Orkut
citoprev@infolink.com.br

Valentina, uma mulher que fala disse...

Nossa Sofia...Emocionei-me agora!
Sem palavras para o seu depoimento.

..
Queria muito troicar idéias com vc, entre em contato tá, Via email!

É por isto que quando uma "semi-analfabeta" acessa o meu blog e me taxa de agressiva, radical eu finjo que nem leio.
O nível de intelectualidade de um ser faz o seu mundo. Reforço isto com o seu depoimento.
Valentina

Valentina, uma mulher que fala disse...

Lúciaaaaa!!!!
Eu vi...e adorei.
Venha sempre aqui:
Valentina

Anônimo disse...

Oi Valentina,

Entrarei sim, em contato com você via e-mail. Será um prazer trocar idéias com você.

Obrigada pela atenção.

Sofia.

Jussara Rocha Souza disse...

Eu sofri violência doméstica por quinze anos, um dia criei coragem e fugi, denunciei e hoje sou outra mulher.
Não deixei de sonhar e acredito no amor, mas com respeito a individualidade de cada um.
Não deixo ninguém me desrespeitar ou maltratar, as mulheres deviam lutar por si própia.
Seu blog é incentivo para que as mulheres busquem ajuda e saiam de suas aflições.
Abraços.

Valentina, uma mulher que fala disse...

Jussara querida,
Parabéns MIL VEZES pela atitude.
Que bom que tem de vir aqui coragem de dizer isto.
E eemplo como o seu que devemos seguir.
MULHER DE VEDADE PÉ AQUELA QUE NÃO RENEGA SUSA VONTADES E SENTIMENTOS.
Deixa estes "lixos tóxicos" para quem for imbecil aceitá-los, kkkkk.
Valentina

Dama de Cinzas disse...

Belo texto! Eu sou uma mulher diferente, penso bastante diferente da maioria e sofro por conta disso, acho até que pago um preço alto.

Beijocas

Valentina, uma mulher que fala disse...

Tudo que é admirável é raro é ímpar e ENCOMODA bastantinho
Esta somos nós, kkkkkkk
Valentina

ψ Λήјцѕѕ ψ disse...

Também não tenho lá muita vontade de ter filhos e se falo isso pra alguém, sou um monstro sem coração que não pensa em família, se digo que quero fazer mais algumas coisas na vida e não quero encheção de saco, falam que eu vou morrer sozinha ou num asilo...mas ainda não me convenceram nem a ter filhos e nem a casar no papel...quero arrumar minha vida primeiro e se um dia tiver um filho, quero estar melhor estruturada...mas as pessoas, aliás, meus ex nunca entenderam isso. =/ Como é bom achar alguém que nos entenda e pense como nós.

Valentina, uma mulher que fala disse...

Λήјцѕѕ,
Querida, seja bem vinda e BEM VINDA AO CLUBE, hehehehehehe!!!!!!!!!
Muitos homens , principalmente os ignorantes e folgados ou até desmotivados à ficar com quem realmente se gosta, quando encontram uma "trouxa" no caminho que lhes podem proporcionar uma família, com filhos na certeza que serão cuidados feito "filhos crescidos" e não terão "chifres", eles agarram feito alicate!
Isto não é amor e nem foco e sim CONVINIÊNCIA, em suma o cúmulo do ridículo e da incompetência!

Estar estruturada é um direito seu e ABSOLUTAMENTECORRETA!
A Mulher MODERNA, não foi criada tanto pra fazer filhos e cuidar da família, pois estamos num momento de adaptação do nosso espaço causando alguns confrontos.

Eu falei uma vez e repito: FODA-SE OS OUTROS, OS OUTROS SÃO OS OUTROS e às vezes bem "frustradinhos(as), doido para que você fiquei igual À eles porque às vezes dói o sucesso do outro visto do seu fracasso! kkkkk.
Se uma mulher dizer que é feliz sendo dona de casa, e porque ela é no máximo "madame" e olhe lá!
Quem disse que ficar "só" é sinal de tristeza. Só no sentido físico ou social?
Poupe-me seus "conhecidos". Amigo quer o SEU BEM e não o dele!!!
Não espere ninguém ter convencer, convença-se de algo que te faça bem desde que o queira de verdade. Veja as mulheres bem sucedidas e executivas se "aturam marido chato e escroto e folgado". Na maioria são solteiras e FELIZES, ao contrário do que se pensa que por não ter família montada é infeliz. ENGANAM-SE E MUITO!

ÓTIMO que estes "ex" são ex em função do que você pensa, senão seria mais uma frustrada acessando o meu blog e se lamentado.

FIQUEI SUA FÃ.
Tem si meu bem, gente que pensa como você, mas às vezes não fala, nem pra si mesmo porque admitir que sua linha de trajetória foi fracassada ou a tornou infeliz não é fácil, pé preferível às vezes fugir da realidade, não é mesmo?
Carinho meu:Valentina

Anne disse...

Oi Valentina, que bom que gostou dos meus pensamentos desconexos. Meu cantinho está meio abandonado, reconheço, mas a vida é assim mesmo.
Adorei o seu blog e você.
Beijinhos,

Valentina, uma mulher que fala disse...

Anne!!!!
Eu tambem me envie email pra discutirmos mais sobre estes....
bjssss

Evanir disse...

Hoje sinto que renasci novamente estou muito feliz por isso
estou aqui .
Carinhosamente convido você a ler a postagem do meu blog.
Aquilo que pode parecer pouco para muitos
para mim é tudo de bom que poderia acontecer nessa fase
da minha vida.
Gostaria muito de ler seu comentário no meu blog.
Uma linda semana beijos.
Evanir(EVA)
Recebi um email do seu blog aqui estou para retribuir o carinho.
Parabenizo vc pela suas postagens tão corajosas
e sem medo de ser feliz.
Gostaria de receber você no meu blog esteja certa tenho algo muito importante para você postar num futuro não muito distante.
Pois eu sou mais uma das mulheres sem as duas mamas.
Grande beijo.
Evanir.

Valentina, uma mulher que fala disse...

Querida, mamas se conseguem outras, mas caráter e felicidade vem de dentro e você é um exemplo porque tem gente que tem tudo e ainda sim é infeliz!
Parabéns e já estou indo lá
Valentina

Yasmim Mello disse...

obrigada pelo comentario
concordo plenamente com você,vou dar uma
olhada no video que me mandaste
beijos iluminados

Valentina, uma mulher que fala disse...

Yasmin,
Valeu pela visitinha volte sempre hehehehe.
Um de meus gatos tem seu nome, sabia?

Sarah Yasodhara disse...

"Criticaram por eu ser exigente com relacionamentos: Um cara estruturado, formado(pós-graduado), que cuide do seu corpo(aparência), ambicioso, com estrutura financeira, mental e que goste muito de sexo. Mas e aí???"

Tem q exigir mesmo... tem mulher ficando com homem porcaria que, pasmem, tem o ego do tamanho do mundo... e ainda dão trabalho os estafermos...

Então, devemos sempre escolher o melhor... oras, casa de caridade é na esquina.

Afrodite V disse...

inclusive temos outros pontos de viosta sobre o
assunto casamento:
O psiquiatra decreta a morte do amor romântico e diz que a vida de solteiro é um caminho viável para a felicidade.
"Para os meus pacientes, eu sempre digo: se você tiver de escolher entre o amor e a individualidade, opte pelo segundo."
Com 41 anos de clínica, o médico psiquiatra Flávio Gikovate acompanhou os fatos mais marcantes que mudaram a sexualidade no Brasil e no mundo. Por meio de mais de 8.000 pessoas atendidas, assistiu ao impacto da chegada da pílula anticoncepcional na década de 60 e a constituição das famílias contemporâneas, que agregam pessoas vindas de casamentos do passado. Suas reflexões sobre o amor ao longo de esse tempo foram condensadas no seu 26º livro, Uma História de Amor... com Final Feliz. Na obra, a oitava sobre o tema, Gikovate ataca o amor romântico e defende o individualismo, entendido não como descaso pelos outros e sim como uma maneira de aumentar o conhecimento de si próprio. Tendo sido um dos primeiros a publicar um estudo no país sobre sexualidade, atuou em diversos meios de comunicação, como jornais e revistas e na televisão. Atualmente, possui um programa na rádio, em que responde perguntas feitas por ouvintes. "
da PO
vai da escolha pessoal, mesmo

Mariana Oliveira disse...

isso é um paradoxo do conservadorismo.. se a mulher escolhe qualquer um sem avaliar, é promíscua e valoriza os piores.. se avalia e dá preferência a homens bem sucedidos, é interesseira.
é por isso q se a mulher for ficar ouvindo machista e "conservador" vai acabar perdendo a vida inteira esquecida em algum cômodo de serviço da casa, pois segundo eles nenhum direito de escolha é lícito para nós, embora tentem disfarçar.

Sarah Yasodhara disse...

"isso é um paradoxo do conservadorismo.. se a mulher escolhe qualquer um sem avaliar, é promíscua e valoriza os piores.. se avalia e dá preferência a homens bem sucedidos, é interesseira."

Pra sociedade machista, TUDO é culpa da mulher... já cheguei até a ouvir o absurdo de que a culpa da violência contra a mulher era da mulher mesma, que não se separava etc...

Como se estar fragilizada emocionalmente, depender 100% financeiramente etc não contasse...

Enfim... somos as culpadas somente por sermos mulheres.

De qqr forma, creio que o tal do "amor" não seria tão ruim - se fosse AMOR de fato. Agora, como o Gikovate bem observa, a grande maioria dos relacionamentos acaba é na merda mesmo.

E eu não digo que a pessoa seja egoista, ou ainda nunca mais creia em relacionamentos... ela pode crer, no entanto, sem se apegar e pensar que "homem é tuuuuuudo" na vida dela, como mtas ainda crêem.

Nausicaa Cristiane Cohen disse...

concordo inteiramente com a Sarah !!!!!!!!!!!!

.

" Tem q exigir mesmo... tem mulher ficando com homem porcaria que, pasmem, tem o ego do tamanho do mundo... e ainda dão trabalho os estafermos...

Então, devemos sempre escolher o melhor... oras, casa de caridade é na esquina. "

ɱöяэиα Jαqµэ εïз disse...

Você tá certíssima, porque um dos medos secretos dos homens é medi-los como eles nos medem, tipo eles querem uma mulher bonita e também são exigentes quanto as características físicas delas. Vá em frente sem medo!!!

Anônimo disse...

Esse Gikovate é um cretino. No programa dele pela CBN, cansei de ouvir ele sugerindo aos homens que reclamam de falta de sexo que ameacem trair a mulher, dentre outras violências. Pô, ninguém casa pra não ter vida sexual. Ele não pergunta tudo o que o cara fez pra ela deixar de desejá-lo. Nossa, já passei por isso, me revolta muito.
Cassia

Valentina, uma mulher que fala disse...

Mulher sem TESÃO ou é MALTRATADA OU É TRAÍDA. Amos tiram o tesão de qualquer uma claro exceto quando se tem "bagaços" dentro de casa
estou errada?

Anônimo disse...

Oi Val! Realmente não dá para entender essas pessoas.Qdo vc está com um cara pobre, que não trabalha, vc gosta de vagabundo, vc jogou sua B... no lixo,vc arruma o que não presta. Mas qdo vc é seletiva, vc é interesseira. então não sei o que agradaria essa gente. O pior que esses que te criticam, tb não querem nenhum gigolo, querem dar uma de boas para elas tb são umas interesseiras

Postar um comentário

Olá, seja bem vinda ESCREVA e faça valer a sua opinião.