segunda-feira, 11 de julho de 2011

Cap.3 -Então eu o beijei...



...
Quando eu estava na rodoviária esperando-o, finalmente eu o vi me procurando no desembarque na rodoviária. aí ele me viu...

Nossa que emoção!Abracei-o e dei um beijo no rosto (até parece, mas foi no rosto mesmo). Percebi que ele fora com a minha cara e com o resto. Conversamos muito durante o trajeto até a minha casa e claro ele mencionou a tal ex (...) e demais “vezes” de sua vida. 
Entreguei para ele as flores que tinha comprado e percebei que ele estava encantado com o meu gesto, apesar de achar isto normal para mim. Chegamos perto de casa e fiz questão de chegarmos um táxi até chegarmos na porta de casa. Ele ficou sem graça porque eu paguei o taxi, acho até que ficou meio espantado...

Mal chegamos em casa e ele me agarrou e começou a me beijar..
.e quando ver (oba!) e nos beijamos feito doidos (saudade...DAQUELE DIA) e claro que já diz fazer amor comigo. Ará, não deixei e falei que no primeiro instante e primeiro dia “jamé” e fui providenciar uma pizza (ele não quis o que preparei).

Ai..Desde aquele momento eu sempre dei tudo na mão dele, mas ali no primeiro momento eu queria apenas agradá-lo e recebê-lo bem.
Trato MUITO BEM quem eu recebo em casa. Percebi que ele estava MUITO CARENTE e até triste, calejado cansado, mas não sabia ao certo do quê. Era perceptível desde que o conheci que estava cansado da vida que levava de trabalhar no exterior longe de tudo e sempre sozinho. Aquilo me doía e doeu por muito tempo porque tentei ajudá-lo.

Ficamos no maior "Love" e quando eu falei que somente no dia seguinte faríamos coisinhas ele dormiu (ahahahahah, amei aquilo).
Noutro dia às 06h30min da manhã ele me acordou pra isto, ai não agüentei fizemos amor loucamente e foi muito bom.

Eu olhava pra ele, e olhava pro rosto dele e via-o em cima de mim, me beijando, e pensava “quem diria que de um e-mail tão direto ele estaria aqui do meu lado”...então era só ter paciência.

Nossa acordamos tarde e fomos passear num grande parque. Muito fofu ele, não nos largávamos num um minuto.
Ficamos no parque por uma 5 horas , tirando foto (dele),. Eu achei estranho um cara tirar somente fotos dele nos locais, mas...não disse nada, até que ele se mancou e falou “nossa que mancada né”, ai resolver tirar uma foto comigo.

Sentamos num banquinho no parque e ele ficou deitado com a cabeça no meu colo contando de sua vida e que tinha medo de se entregar para alguém e etc. Teve uma hora que ainda conversando no banquinho eu olhei pra cima e pedi para que aquele momento parasse ali eternamente...só queria ficar olhando-o.

Andamos em boa parte de cidade tirando foto que ele adorava (e só depois fui saber o porquê), fomos numa casa de lanches depois e ele começou a ficar MUITO NERVOSO com o notebook, percebi certo DESCONTROLE e muito, mas muito NERVOSISMO.

Consegui acalmá-lo e o deixei livre para fazer o que precisasse e não me importei de verdade e na me dar mais atenção ali. Fomos embora e chegando em casa, claro óbvio, fizemos amor de novo, aliás fizemos o tempo todo ará!Fiz comida pra ele “a que ele disse que adorava”, ele amou adorou o tempero e elogiou e tal.

Estava RADIANTE ao lado dele e só ficava triste ao saber que em três dias ele iria embora para trabalhar no exterior e não nos veríamos em 6 meses. Eu queria morrer com isto! Dormimos juntinhos, que delícia, dois pezinhos juntos e o cheiro dele...

Passeamos bastante durante a estadia dele na minha cidade.
No dia anterior que ele ia embora estávamos num shopping passeando quando ele recebeu uma ligação de que sua viagem e possível trabalho havia sido cancelados. Vi a decepção dele e a revolta e fiquei ao seu lado não o deixando tão irritado e nervoso.
Disse a ele e para irmos embora e ele descansa e no outro dia resolveríamos esta questão. Ele aceitou.

Ali eu percebi pelo “ocorrido” que sua vida não era nada calma e prazerosa: Era cheio de decepções, tristeza e solidão principalmente. Pensei muito em continuar com isto visto que Ele mesmo perguntou “Você vai querer mesmo ficar com um cara cheio de problemas?”
Bom , pessoa cheio de problemas não é o problema rs e sim com ele encara, resolver e não gera mais os mesmo problemas. Mas desde o primeiro momento que vi a foto dele naquele dia em que minha amiga ame apresentou eu o amei tanto que queria continuar a mando-o custe o que custasse. Mas até então só problemas dele ERAM SOMENTE DELE e não meu.

Ficamos juntos, nossa como foi bom, que saudade que tenho daqueles dias, ele é um homem atraente, mas a beleza dele eu nunca reparei de tanto amor que sentia, era tanto que nem tinha espaço para ver outras coisas inclusive os defeitos (rs.).

Durante a semana que ficou em casa enquanto eu saia para trabalhar e ficava em casa. Nunca sai sem deixar um lanchinho.
Voltamos pra casa e ele fez questão de comprar tudo para fazermos uma comidinha legal pra gente, eu só chorava (disfarçadamente).
Chegara à hora tão desgraçada dele partir. Fui levá-lo para pegar o avião e ficamos ali na angustia da espera do mesmo.

Quando o avião chegou eu chorei tanto, mas tanto só o abraçava e chorava feito louca, e percebi que ele ficou tocado com aquilo (percebi depois porque na hora jorrava lágrimas). Fiquei olhando-o partir e estava demorando muito, pois ele sai de dentro e veio correndo me abraçar ai chorei mais ainda (como agora, ô Meus Deus). Ele disse que voltaria em 6 meses. Ele partir e eu sai dali chorando, chorando e chorando e tive de sentar num banquinho pra me acalmar. 

Tomei um ônibus e fui pra casa, mais tarde ele me ligou durante seu percurso pra ver se eu estava bem e pra eu não ficar preocupada...estava encantada com tanto zelo dele (ai chorei mais ainda com medo de perdê-lo). Ligou-me de novo posteriormente durante a madrugada para ver se eu havia parado de chorar.

...Engraçado, quando amamos mesmo é prazeroso conviver com problemas de quem amamos. Como eu queria pegar aquilo tudo e agarrar e ajudá-lo a sair dali. Queria estar ao lado dele sempre e pra tudo. Queria tudo dele, até os problemas. Um homem culto, viajado intelectualizado e pra mim sempre lindo! Era ali um ser apaixonante.

Antes de ir embora ele relatava seu medo e mágoas do passado. Aquilo me feria porque não queria que estando comigo ele ainda ficasse pensando em outras pessoas. Mas dei um tempo a ele e dei uma chance pra nós dois porque o amei desde o primeiro instante que o vi naquela foto com aquela sorriso lindo que quando me lembro sinto saudade porque raramente vi isto.

Eu passaria por tudo desbravadamente se eu existisse dentro dele e passaria por quantas vezes tivesse de passar.
E eu dormir chorando.agora sim começa a pior parte: A distância que contarei no próximo capitulo.

Hoje (Agosto/2010) como eu sinto a sua falta, a falta que sinto há meses porque sua ausência mental é pior que a física. alguns podem rir ao ler isto, mas só quem sabe o que é uma mulher meiga, carinhosa, fiel, parceira amar alguém de verdade e conviver com a dura da decisão da perda. Mas antes de gosta de alguém gosta de vocês mesmos (as) e nunca envergonhem-se de amar tão puramente e intensamente como "achava que amava".

21 comentários:

Mari Moscou disse...

Olá, Valentina!
Vi seu comentário em meu blog e vim conhecer o seu! Parabéns, é de uma coragem e de um bom senso incríveis! Estou lendo aos poucos e acompanhando. Felizmente nunca vivi uma situação dessas, ou pelo menos não com tanta força...
Um abração!!!

Anônimo disse...

lembrei de um cara que beijei na rodoviária pela primeira vez

Anônimo disse...

Nossa que romântico, lindo!!!!
Me parece que vou ver uma história de amor que não vejo ha muito tempo, você ama esta cara ainda, fala a verdade?
Mas pelo que vi terminaram. Eu acho que você está correta: mesmo amando meteu o pé...é igual a novela Passione. O Totó ama a Clara, mas ela não vale nada , não tem carater e não dá valor nele, então BUTINADA NELE rssss.
Quando todas as mulheres agirem assim o mundo e os filhos nacserão menos traumatizados, eu acho.
Abs e parabéns pela atitude e principalmente pela discrição, achei muito digna. Conte com a gente pra discutir com você.

Anônimo disse...

claro que não, eu acho que ele não quis enchergar você..burro!

Anônimo disse...

Muito lindo seu amor por ele, mas que pena não ele não merecer né

Anônimo disse...

claro que não, eu acho que ele não quis enchergar você..burro!

Anônimo disse...

claro que não, eu acho que ele não quis enchergar você..burro!

O porque disto tudo? disse...

Você fala nele com tanta ternura, tanto amor no começo e com desdenho e revolta depois, é a vida né minha amiga.
Adorei isto e faz parta da política do meu blog alertas algumas idiotas que caem na lábia destes malditos FDP. Mas com quem ferro fere, com ferro será ferido hehehe

Valentina, uma mulher que fala disse...

Foi o homem que achava que mais amie, mas não foi o que mais admirei. Sempree fui racional e calculista para este tipo de abordagem.
Nos dois momentos meus de fraquesa sai do meu foco: JÁ ERA!
Estrutura, equilibrado, ambicão, sem problemas e sem filhos, sem vícios, e principalmente não ser folgado e nem depender de você para nada.
FOCO, como diria uma amiga minha:
"(meu nome...) FOCO, FOCO!"

Anônimo disse...

FOCO, gostei disto, para sermos mais calculista, nossa que clareza, tá certíssima.
Ás vezes a gente sabe, mas lendo uma história e lendo opiniões a gente absorve mais.
Adorei isto.
Vou indicar para algumas amigas ler isto.
Fiquem com Deus.
Nani

Valentina, uma mulher que fala disse...

EXCELÊNTE INDICAÇÃO:
Co-dependentes anônimos
http://www.codabrasil.org/index1.htm
http://www.angelfire.com/biz/codabr
Boa leitura
A Moderação

Rafela disse...

P.merda...que ele pagasse um taxi de volta pra você, que falta de classe...Que nojo!!!!!!

Valentina, uma mulher que fala disse...

Então... ele estava num momento difícil e eu frágil. Confesso que odiei isto observando agora porque na hora eu sóp chorava de desespero de perdê-lo pela distância, mas ele ligou duas vezes pra saber se eu estava bem, ficou preocupado sim, porém estava atordoado....

Vânia disse...

"Hoje como eu sinto a sua falta, a falta que sinto ha meses porque sua ausência mental é pior que a física"
Aibda consegue sentir falta disto????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Valentina, uma mulher que fala disse...

Vânia,
A falta que sinto é de algo que não vivi, sinto falta da minha inocência em acredita naquilo tudo que sonhei pra nós.
Antes de ontem quando olhei a foto dele eu chorei e não sei por quê.

Anônimo disse...

e ja passei por isto e é duro encarar isto, gostar do NADA...

Valentina, uma mulher que fala disse...

Olá,
Este são dois de alguns links que indico em meu link sobre violência moral, física e verbal contra a mulher http://longedechupinsviolentos.blogspot.com/p/violencia-moral-verbal-e-fisica-contra.html
-------------------------------------
Da minah querida amiga:

A mulher ainda vive, ATUALMENTE num clima de opressão e submissão,sendo violentadas das mais variadas formas
http://araretamaumamulher.blogspot.com/2010/07/mulher-ainda-vive-nos-dias-atuais-num.html

A violência contra a mulher e suas expressões sociais
http://araretamaumamulher.blogspot.com/2010/03/violencia-contra-mulher-e-suas.html

Boa leitura
Valentina
Moderadora

Valentina, uma mulher que fala disse...

Mari Moscou,
Seja bem vinda, participe Dê sua opinião ela e importante pra mim e principalmente pra quem a lê.
Valentina

Anônimo disse...

nosa lindo a estoria de amor mas lendo me enbarquei porq é a estoria de minha filha com uma diferença que o dela queria ir ate ela mas o medo nao deixou porq tinha o ex muito violento e ate hoje os dois sofre a distancia mas liga se fala mas vive com me de se asumire eu te admiro por vc ter feito estes momentos juntos valer apena e ter tambem coisa boa que e seu amor acho que sou romantica como vc mas temsituação que vc tem que ser de decisão ne e vc foi uma dessas parabens

Valentina, uma mulher que fala disse...

Prezada,
Infelizmente eu vislumbrei uma história de amor linda e cheia de gana, porque graça à Deus o meu principe virou um SAPO rápido e é este o meu objetivo. Alertá-las deste lixos.

O alerta é perceber no cotidiano "aquelas coisinhas"(que não são coisinhas) que deixamos de lado e achamos que como o nosso amor elas sumirão.
NEM EM SONHO!!! NÃO COMPENSA. SAI QUE É FRIA!
Quanto ao ex mencionado, vá a polícia e faça o B.O. de chantagem e ameaça, e verá como ele andará "pianiho".

Viva a Vida e não deixe que estes "lixos" e pobres diabos a pertubem ou distrua algo que pode ser REAL e BONITO.
...e como diria o meu amigo "José Luis Datena":
_Deixe este tipinho SÓ UM "MINUTINHO" DENTRO DE UMA CELA, SÓ UM MINUTINHO..." A galera que tá preza adora estupradores, espancadores de mulheres: A D R O R A!

UMA CORREÇÃO: É UMA "H"ISTÓRIA, COM H, PORQUE É "REAL" E NÃO "ESTÓRIA"(FICTÍCIA).


Ah...claro!
Se eu não tivesse tão carrente ou tratado minah carência JAMASI TERIA ME ENVOLVIDOS COM ESTES DOIS LIXOS QUE ME ENVOLVI.
SOU EXIGENTE DEMAIS E "SELETIVA".
SEJA RACIONAL , EXIGENTE E SELETIVA AO EXTREMO!

joana disse...

ai cara, esta coisa que querer alguém pra cuidar de si é coisa de gente fraca e viado!!!!!

Postar um comentário

Olá, seja bem vinda ESCREVA e faça valer a sua opinião.